Mitologia Hindu


Assim como a cultura, a mitologia hindu é vasta e uma das mais antigas do mundo. Seus primeiros mitos remontam, talvez, a 8000 anos e nasceram numa região conhecida como Vale do Índus, onde atualmente temos o Paquistão. Por todos esses milênios, suas lendas foram sendo fiadas, tingidas, entrelaçadas com outras lendas de culturas e povos diferentes até chegarem aos nossos dias ainda cheias de vida e colorido.

Desde que os primeiros humanos fizeram uma fogueira e sentaram-se ao redor dela, a mitologia começou a existir. Contar histórias sempre foi um dos principais passatempos dos seres humanos. Ainda hoje, repetimos histórias como Branca de Neve, A Cigarra e a Formiga e Pinóquio diante dos olhos extasiados de nossas crianças e vamos tantas vezes ao cinema em busca de ouvir uma nova história. Portanto, os mitos são personificações de nossas próprias energias e fazem parte da nossa vida num grau muito mais elevado do que podemos imaginar.

Quando saudamos Ganesha, o destruidor de obstáculos, estamos movimentando nosso próprio poder de remover o que impede nossa caminhada. Ao meditarmos em Krishna, conectamos com a beleza e a alegria que vive em nós. Se nos sintonizamos com Lakshmi, estamos despertando nossa consciência de prosperidade e abundância. Os mitos falam dos homens e, num sentido mais amplo, representam as aspirações da sociedade.

Joseph Campbell, o conhecido estudioso da mitologia mundial, ensina-nos que "o mito é a abertura secreta através da qual as energias inesgotáveis do cosmos são lançadas nas manifestações culturais humanas" e "a função primordial da mitologia e do rito sempre foi oferecer símbolos que fazem progredir o espírito humano." Assim, ao conhecermos os símbolos e mitos do Hinduísmo, estaremos conhecendo um pouco mais desse povo e, mais do que isso, estaremos conhecendo a nós mesmos e nossos potenciais.

Copyright © 2014 - Aruna Yoga - Rua Eça de Queiroz, 711 - Paraíso - São Paulo - Tel: (11) 5579 5975