Hinduismo


Nos meios mais tradicionais, o hinduísmos é chamado de Sanatana Dharma (a virtude eterna, os valores eternos). Diferente de outras religiões, o hinduísmo não tem um pontífice, não se iniciou através de um profeta ou santo. O Hinduísmo se baseia na experiência interior individual do divino. Não é uma religião organizada e hierarquizada como o Cristianismo ou o Budismo. È a combinação de crenças e valores de cada hindu.

Existem mais de 850 milhões de hindus no mundo, sendo que a maioria vive na Índia, Nepal, Bangladesh, Paquistão, Indonésia e Sri Lanka.

Dharma – valor, virtude, agir corretamente, prática moral e ética de acordo com as escrituras, especialmente os Vedas. Dharma inclui os deveres do indivíduo, da sociedade e os deveres religiosos. O Dharma é essencial para se alcançar metas materiais ou espirituais e é através do dharma que ocorre o crescimento individual e social.

Brahman – representa a suprema realidade, a realidade sem atributos. Brahma é imensurável, está além dos conceitos, do nascimento, do raciocínio e do pensamento.

Atman – a alma individual. O objetivo de Atman é evoluir até mergulhar no divino do Eu interior. Assim, ela se liberta do ciclo de renascimentos (Samsara). Libertar-se, no conceito hindu, não é abandonar o mundo. mas mergulhar no mundo e ir além dele, unificar-se com tudo o que existe. Esse estado é chamado de samadhi, nirvana, kaivalya ou moksha.

Karma – a lei da ação e reação. As ações que realizamos hoje trarão resultados nesta vida ou em vidas futuras. Assim, o sofrimento ou o prazer não são impostos pelas forças divinas, mas conseqüências das nossas próprias ações. O Karma é uma lei natural. No Hinduísmo, se busca ir além do Karma, seja ele bom ou ruim, e viver em harmonia com o ritmo da própria vida, aceitando aquilo que ela nos traz.

Reencarnação – quando morremos, o corpo físico é deixado para trás e o corpo causal (mente, intelecto, energia vital etc.), juntamente com a alma (Atman), irão reencarnar, criando um novo corpo. Por que uma pessoa reencarna? O dharma hindu diz que os desejos não realizados impelem-nos para uma nova vida, para obtermos mais experiências e sabedoria até que não precisemos desejar mais nada, pois alcançamos a compreensão espiritual.

Puja – oferenda. Puja é o ato de mostrar reverência à divindade ou aspectos do divino através de invocações, preces, músicas e rituais. Os hindus fazem uma puja pelo menos uma vez por dia. A maioria deles tem um altar em sua própria casa.

Vedas – os quatro livros sagrados para os hindus. Os vedas contém informações sobre os cânticos (mantras), os rituais e a doutrina espiritual dos hindus.

Yoga – é uma filosofia que auxilia na libertação. Através de exercícios físicos, respirações e meditações, atingimos um estado de consciência expandida (samadhi).

A Mitologia hindu é muito rica e diversificada. Para conhecer algumas das deidades hindus veja os artigos sobre mitologia hindu.

Copyright © 2014 - Aruna Yoga - Rua Eça de Queiroz, 711 - Paraíso - São Paulo - Tel: (11) 5579 5975